›   › 
  • Memória do Movimento Estudantil

    Memória do Movimento Estudantil. Em 1996 São Sebastião sofria com a falta de escolas, situação comum em todo Distrito Federal. As três escolas mais expressivas que tínhamos na época eram EC Agrovila São Sebastião, Cerâmica da Benção e Cerâmica São Pa

    Memória do Movimento Estudantil. Em 1996 São Sebastião sofria com a falta de escolas, situação comum em todo Distrito Federal. As três escolas mais expressivas que tínhamos na época eram EC Agrovila São Sebastião, Cerâmica da Benção e Cerâmica São Paulo, onde eu lutava para vencer o 1º ano do ensino médio no moturno. Quem estava na cidade vai lembrar do Galpão da feira onde as crianças sofriam debaixo de chuva e de sol para estudar. Desumano! Eu tinha sido eleito presidente do Grêmio Estudantil, o único que funcionou de 1996/1998, infelizmente. Com minha conclusão do ensino médio os demais estudantes do Centrão, que já estava funcionando, não levaram o movimento à frente. Essa falta de perspectivas quanto a qualidade do ensino em nossa cidade me fez mobilizar os estudantes para cobrar do Governador Cristovam, na época do PT, soluções para o problema, que era gravíssimo, pois o Centrão ainda estava em construção e grande parte dos alunos e alunas do ensino médio moravam na cidade, mas tinham que estudar no CEL Lago Sul ou nas escolas do Plano Piloto. A reunião com o Governador Cristovam aconteceu na residência oficial de Águas Claras.

  • Tags :